top of page

Ansiedade: Sintomas, Tipos, Causas, Tratamento e Estratégias de Controle


Mulher com ansiedade roendo a unha

O que é Ansiedade?

A ansiedade é uma reação comum do corpo diante de situações estressantes, que surge como uma resposta temporária gerando preocupação ou medo. Estas reações podem aparecer em momentos como: na expectativa de realizar uma prova difícil, em e de emprego ou em outros eventos importantes. No entanto, quando se torna persistente, intensa e interfere nas atividades diárias, pode ser um indicativo de transtorno de ansiedade.


Sintomas de Ansiedade

Os sintomas variam, mas podem incluir preocupação constante, dificuldade de concentração, alterações do sono, tensão muscular, entre outros. Além disso, a ansiedade pode se manifestar em sintomas físicos, como aumento do batimento cardíaco e falta de ar.


- Sintomas Físicos e Psicológicos da Ansiedade

A ansiedade pode se manifestar tanto fisicamente, com sintomas como tontura e dores musculares, quanto psicologicamente, gerando medo constante e preocupações excessivas. Identificar esses sinais é crucial para buscar tratamento adequado.


Tabela de sintomas de ansiedade

- Possíveis Causas

As origens da ansiedade podem ser diversas, desde fatores biológicos, como alterações nos neurotransmissores, até situações ambientais estressantes ou experiências traumáticas do passado. Doenças físicas e uso de substâncias também podem desencadear ansiedade.


Como é Feito o Tratamento

O tratamento da ansiedade pode envolver terapias psicológicas, uso de medicamentos prescritos pelo psiquiatra e até mesmo abordagens naturais, como plantas medicinais e mudanças no estilo de vida.


Tipos de Transtornos de Ansiedade

Existem vários tipos de transtornos associados à ansiedade, como o transtorno de ansiedade generalizada, síndrome do pânico, fobias sociais, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) e transtorno de estresse pós-traumático (TEPT). Cada um possui características específicas que impactam a vida das pessoas.


Relação entre Ansiedade e Depressão

A ansiedade e a depressão frequentemente compartilham sintomas semelhantes e podem se influenciar mutuamente. Compreender essa relação é essencial para um tratamento mais eficaz.


Diagnóstico e Fatores de Risco

O diagnóstico envolve uma avaliação médica cuidadosa para identificar possíveis causas físicas e analisar os sintomas de acordo com critérios estabelecidos. Além disso, alguns fatores, como eventos traumáticos e estilo de vida, podem aumentar o risco de desenvolver transtornos de ansiedade.


Tratamento e Convivendo com a Ansiedade

Além do tratamento convencional, estratégias como atividades físicas, psicoterapia, controle do estresse, aprender a controlar a respiração, buscar práticas de lazer e uma dieta equilibrada podem ajudar a lidar com a ansiedade no dia a dia, e melhorar a qualidade de vida. A compreensão de como lidar durante uma crise de ansiedade também é fundamental.


Alimentos que Podem Auxiliar no Controle da Ansiedade


Frutas cítricas: a vitamina C, presente nas frutas cítricas, diminui a secreção de cortisol, hormônio liberado pela glândula em resposta ao estresse.


Leite, ovos e derivados magros: ótimas fontes de um tipo de aminoácido, o triptofano, que alivia os sintomas de ansiedade.


Carboidratos: o nutriente eleva o nível de açúcar no sangue, dando energia, bem-estar e disposição.


Banana: tem alto teor de triptofano, ajudando na produção de serotonina.


Carnes e peixes: eles são a melhor fonte natural de triptofano, aminoácido que em conjunto com a vitamina B3 e o magnésio produzem serotonina. Além disso, contêm outro aminoácido chamado taurina, que aumenta a disponibilidade de um neurotransmissor chamado GABA, que o organismo usa para controlar fisiologicamente a ansiedade.


Chocolate: é rico em flavonoides, um tipo de antioxidante que favorece a produção de serotonina.


Espinafre: contém folato (ácido fólico), que é uma potente vitamina antidepressiva natural, que quando está em baixas concentrações no organismo também diminui os níveis cerebrais de serotonina.


Perspectivas

Embora a ansiedade seja comum, compreender seus diferentes aspectos, buscar ajuda médica quando necessário e adotar estratégias para lidar com ela são passos importantes para uma vida mais equilibrada e saudável.

A complexidade da ansiedade exige uma abordagem multidimensional, considerando aspectos físicos, psicológicos e sociais para oferecer suporte abrangente às pessoas afetadas por esse transtorno.


Comentários


Os comentários foram desativados.

Notícias mais vistas

bottom of page